BEM-VINDO

O Núcleo de Estudos em Agroecologia Coletivo Humanista Autogestionário Interdisciplinar de Agroecologia congrega atividades de ensino, pesquisa e extensão no campo da agroecologia no campus de Rio das Ostras. A partir de uma perspectiva dialética e histórico-crítica, construímos ações de forma dialogada e conjunta com os sujeitos coletivos e individuais em seus territórios. Espaços atravessados por lutas, resistências, festejos, cultura em defesa das comunidades tradicionais, da agricultura familiar, dos bens comuns e da vida em sua sociobiodiversidade. Nesse sentido, busca contribuir com uma práxis emancipatória decolonial, se somando à luta anticapitalista, antifascista, antiracista, antipatriarcal, antilgbtquia+fóbica e contra qualquer forma de opressão.

A partir de 2010, o governo federal deu início a editais de fomento e apoio aos Núcleos de Agroecologia no Brasil (1). Dessa forma, os NEAs constituem uma estratégia de fomento e fortalecimento do campo da agroecologia nas instituições de ensino (2).

(1)   SOUZA, N.A et al. Os núcleos de agroecologia: caminhos e desafios na indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. In SAMBUICHI, R.H.R. et al. (orgs). A política nacional de agroecologia e produção orgânica no Brasil: uma trajetória de luta pelo desenvolvimento rural sustentável. Brasília, IPEA. 2017. Disponível em:
https://agroecologia.org.br/wp-content/uploads/2017/09/144174_politica-nacional_WEB.pdf

(2) Para cadastrar seu núcleo ou conhecer demais núcleos: https://agroecologiaemrede.org.br/colheita/nea-nucleos-de-estudos-em-agroecologia/

AGROECOLOGIA
É VIDA!


Agroecologia é ciência, é movimento político e prática social, é um campo de conhecimentos interdisciplinares e práticas populares e acadêmicas em torno de uma produção agrícola em equilíbrio com a natureza e uma nova sociabilidade com relações sem dominação/exploração/opressão de classe, de gênero, raça/etnia, religiosa. 
 

A agroecologia é modo de vida, é rede de redes de organizações populares e acadêmicas, na luta pela defesa dos territórios camponeses e das comunidades tradicionais, pelo direito à alimentação saudável e vida dignas, pela implementação e ampliação de políticas sociais que materializem essas lutas como reforma agrária popular, promoção de produção orgânica e agroecológica, de soberania e segurança alimentar e nutricional, de abastecimento, de circuitos curtos de comercialização, de preservação de patrimônios culturais, dentre outras.

Consuma diretamente de produtoras(es)


Comercialização

GRUPOS CESTEIROS

Cesta agroecológica Serramar
Contato: Denise (21) 981674233

FEIRAS OU BARRACAS AGROECOLÓGICAS

FEIRAS: As feiras agroecológicas que ocorrem na UFF de Rio das Ostras e Cidade Universitária em Macaé, contam com agricultores/as do MST e GT Mulheres da Articulação de Agroecologia Serra Mar. Informações na página do @nea.uffro e @comidaepatrimonio

Barraca do GT Mulheres da AASM: Sexta-feira de manhã na Praça Feliciano Sodré, centro de Casimiro de Abreu.

Acesse nosso canal

 

 

PROGRAME-SE!

Congresso Brasileiro de Agroecologia em novembro de 2023 no Rio de Janeiro.

Acompanhe www.instagram.com/aba.agroecologia

Contato

Aguardando sua mensagem

13 + 3 =

Skip to content